27.06.16 - Notícia: Setor Farmacêutico impulsiona alta da logística no Brasil

27/06/2016

Investimentos e Notícias

Em abril de 2016, o setor farmacêutico alcançou um faturamento R$ 1,25 bilhões, movimentando 68,64 milhões de unidades de unidades de medicamentos. No mesmo período do ano passado, o faturamento correspondia a R$ 1,14 bilhão com a movimentação de 66,79 milhões de unidades de medicamentos, segundo a pesquisa realizada pelo IMS Health com base na rede de associados da Abradilan (Associação Brasileira de Distribuição e Logística de Produtos Farmacêuticos).

Com base nos dados de crescimento citados acima, o setor farmacêutico é um dos poucos que cresce em cenário de crise, e ao mesmo tempo, impulsiona os negócios de outros segmentos, devido a sua demanda de armazenamento e distribuição de medicamentos em todo o país.

Exemplo disso, é a Ativa Logística, empresa com mais de 20 anos e considerada um dos maiores operadores logísticos de medicamentos e cosméticos no Brasil. Diante desse cenário, a Ativa cresceu 30% em 2014, em 2015 o crescimento foi de 18% e para 2016 a perspectiva é de 20%.

Segundo o presidente da Ativa Logística, Clóvis A. Gil, a empresa tem crescido e prosperado. "Entre os setores que atendemos, alguns tiveram um pequeno declínio no movimento, mas outros, como o segmento de medicamentos genéricos, seguem crescendo." Em 2015, o embarque de genéricos aumentou 24,6%. Atualmente, 45% dos mais de 1000 clientes atendidos pertencem ao segmento farmacêutico, responsável pela movimentação de 14 mil toneladas de produtos mensalmente.

Ele explica que a especialização em medicamentos e cosméticos requer cumprir uma série de exigências feitas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Os caminhões da Ativa são equipados com baús isotérmicos e a empresa tem câmaras frias com temperaturas entre 2°C e 8°C e salas climatizadas entre 15°C e 25°C. Além disso, em todas as unidades, a empresa mantém um farmacêutico responsável, que garante as condições adequadas de armazenamento.

Para aumentar a produtividade e atender mais clientes e superar esse momento de dificuldade da economia interna, a Ativa Logística investiu R$ 8 milhões em renovação da frota e na ampliação dos centros de distribuição das cidades de Viana (ES), Curitiba (PR) e Itapevi (SP). “No início de 2016 já inauguramos duas unidades próprias nas cidades de Resende (RJ) e Juiz de Fora (MG) para ampliar a abrangência geográfica e aumentar a capacidade de transporte na região em que já operamos".

No caso de Resende - RJ, o município foi escolhido por ser um dos pontos estratégicos, com um dos maiores índices de desenvolvimento regional. Além disso, neste ano deve ser inaugurado na cidade um polo têxtil com várias empresas, as quais vão exigir apoio logístico para o transporte da sua produção. O novo CD no município fluminense também facilita as operações de entrega de mercadorias para Raia Drogasil, principalmente para a unidade logística da rede localizada a 35 quilômetros de distância da nova unidade, na cidade de Barra Mansa.

A unidade de Juiz de Fora vai ampliar as possibilidades de adoção de rotas alternativas, permitindo a redução dos prazos das entregas para os municípios no Norte de Minas Gerais. Mas a movimentação no novo CD mineiro já é grande. A maior parte para atender à demanda da Medquímica, uma das maiores indústrias farmacêuticas da região, recentemente adquirida pelo grupo indiano Lupin.

A Ativa Logística estima crescer 20% este ano e para continuar proporcionando uma logística integrada e personalizada para nossos clientes, a empresa realiza mais investimentos e adquire a empresa Trans Model Air Express (www.transmodel.com.br) que veio para impulsionar ainda mais os negócios oferecendo agilidade no prazo de entrega aos nossos parceiros do mercado de saúde. Além do transporte de carga no modal rodoviário, e na logística nossos clientes terão a opção da entrega no modal aéreo.