23.06.17 - Notícia: Pesquisadores desenvolvem repelente à base de aninga contra o Aedes aegypti

06 de junho de 2017

http://www.mcti.gov.br/noticia

Pesquisadores do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG) estão desenvolvendo um larvicida e repelente à base de aninga, planta encontrada nas áreas alagadas da Amazônia, para combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, vírus Zika e outras doenças, informou a Assessoria de Comunicação do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI).

A pesquisa começou há 10 anos, após a constatação de ribeirinhos de que não havia mosquitos transmissores da malária nos locais onde era encontrada a Montrichardia linifera, nome científico da aninga.

"Isso nos motivou a levar ao laboratório, estudar a composição química e fazer ensaios com a aninga. Vimos que, realmente, os extratos dessa planta inibiram o crescimento dos ovos do Plasmodium falciparum, que é o parasita causador da malária. Repetimos os testes e começamos a ter resultados positivos", explicou a pesquisadora Cristine Bastos do Amarante.

Para mais informações acesse http://www.mcti.gov.br/noticia/-/asset_publisher/epbV0pr6eIS0/content/pesquisadores-desenvolvem-repelente-a-base-de-planta-amazonica-contra-o-aedes-aegypti;jsessionid=AB801FDBD4F97306CD43E51F93281518.columba.