23.06.17 - Notícia: Jarbas Barbosa reúne-se com demais autoridades reguladoras

20/06/2017

Anvisa

Diretor-presidente da Anvisa coordena grupo sobre gerenciamento de crise nesta coalização internacional de agências.

O diretor-presidente da Anvisa, Jarbas Barbosa, participa em Chicago (EUA) da reunião da Coalizão Internacional das Autoridades Reguladoras de Medicamentos - ICMRA. Autoridades reguladoras da Austrália, Brasil, Canadá, China, Cingapura, Coréia, Dinamarca, Estados Unidos, Irlanda, Japão, México, Países Baixos, Reino Unido, Suíça e União Europeia discutiram temas de interesse regulatório global para o acesso a medicamentos seguros e eficazes, tais como integridade da cadeia produtiva, gerenciamento de crise, farmacovigilância, inspeção em boas práticas de fabricação e inovação.

Jarbas Barbosa, líder do projeto do ICMRA sobre Gerenciamento de Crise, apresentou os principais resultados do evento paralelo organizado pela Anvisa às margens da Assembleia Mundial da Saúde, que debateu o papel das agências reguladoras de medicamentos em situações de emergência de saúde global.

Além disso, informou que os próximos passos do Grupo sobre Gerenciamento de Crise objetivam definir procedimentos operacionais para as agências em casos de emergências e estreitar o relacionamento com a OMS para trabalho conjunto nessas situações.

O ICMRA é uma instituição voluntária, executiva, de coordenação estratégica, “advocacy”, de liderança e que reúne autoridades reguladoras de medicamentos para o trabalho conjunto com o objetivo de fornecer orientações sobre uma variedade de áreas e atividades comuns a muitas missões e metas regulatória. Como exemplos, podemos citar a identificação de áreas de potenciais sinergias a serem feitas e, sempre que possível, a alavancagem de esforços para maximizar o impacto global da regulamentação existente.

As autoridades reguladoras do ICMRA são: Therapeutic Goods Administration (TGA), Austrália; Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Brasil; Health Products and Food Branch (HPFB-HC), Canadá; China Food and Drug Administration (CFDA), China; European Medicines Agency (EMA) e Comissão Europeia - Directorate General for Health and Food Safety (DG - Santé), União Europeia; Agency for Medicines and Health Products Safety (ANSM), França; Paul-Ehrlich-Institute (PEI), Alemanha; Health Product Regulatory Authority (HPRA), Irlanda; Italian Medicines Agency (AIFA), Itália; Ministry of Health, Labour and Welfare (MHLW) and Pharmaceuticals and Medical Devices Agency (PMDA), Japão; Ministry of Food and Drug Safety (MFDS), Coreia; Federal Commission for the Protection against Sanitary Risks (COFEPRIS), México; Medicines Evaluation Board (MEB), Países Baixos Medsafe, Clinical Leadership, Protection & Regulation, Ministry of Health, Nova Zelândia; National Agency for Food Drug Administration and Control (NAFDAC), Nigéria; Health Sciences Authority (HSA), Cingapura; Medicines Control Council (MCC), África do Sul; Medical Products Agency, Suécia; Swissmedic, Suíça; Medicines and Healthcare Products Regulatory Agency (MHRA), Reino Unido; e Food and Drug Administration (FDA), Estados Unidos.