23.01.16 - Notícia: Mercado Aberto: Projeto tentará diminuir tempo de espera por novas patentes

19/01/2016

Folha de S.Paulo - Colunista: Maria Cristina Frias

O INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) lança nesta terça-feira (19) um projeto cuja meta é analisar em nove meses os pedidos de patente selecionados para participar do projeto.

Com a proposta, empresas e inventores que tenham feito o pedido inicial de sua patente no Brasil, mas também fizeram a solicitação no exterior, podem pedir prioridade.

Um processo de análise leva hoje quase 11 anos no país. O Brasil também testa um projeto-piloto com os Estados Unidos, que reduz esse tempo.

"A tramitação passaria a quatro anos. Queremos acordos parecidos com China, União Europeia, Japão", diz João Emilio Gonçalves, da CNI.

"A demora é agravada pelo sucateamento do Inpi e a falta de autonomia para investir", diz o advogado Wilson Jabur, da Salusse Marangoni.