23.01.16 - Notícia: Mercado Aberto: Dosimetria máxima

20/01/2016

Folha de S.Paulo - Jornalista: Maria Cristina Frias

As fusões e aquisições entre grandes empresas biofarmacêuticas chegaram ao recorde histórico de US$ 300 bilhões em 2015, mostra um estudo da consultoria EY. Em 2014, o volume havia sido de US$ 200 bilhões.

Uma só transação, que uniu a Pfizer à Allergan, foi de US$ 160 bilhões.

O potencial máximo de fusões e aquisições foi alcançado, segundo a consultoria. Ou seja, dificilmente os valores do futuro serão maiores do que os do ano passado.