18.10.19 - Notícia: TCU: Agência é destaque em grupo de estudos

18/10/2019 

Ascom/Anvisa

Agência desenvolveu algoritmo de inteligência artificial (IA) capaz de gerar textos de normas e de bulas.

No período de 6 de agosto a 8 de outubro deste ano, o Tribunal de Contas da União (TCU) coordenou um grupo de estudos para a troca de experiências em processamento de linguagem natural (PLN ou NLP, da expressão inglesa natural language processing), através da aplicação de modelos de inteligência artificial (IA). O principal objetivo da atividade foi desenvolver habilidades no uso de PLN, utilizando o curso Code-First Introduction to Natural Language Processing (Introdução ao Código de PLN), da fast.ai, um laboratório independente com sede em São Francisco (EUA). O curso ensina como obter resultados próximos do estado da arte, utilizando deep learning (aprendizagem profunda).

Ao todo, o grupo de estudos realizou nove encontros. No último dia de atividades, a equipe da Anvisa apresentou os resultados alcançados em dois estudos conduzidos no período.

O primeiro estudo tratou da classificação dos medicamentos pelo sistema Anatômico Terapêutico Químico (Anatomical Therapeutic Chemical – ATC), onde o algoritmo deveria classificar os medicamentos a partir dos textos contidos nas indicações terapêuticas das bulas, e alcançou uma precisão de 96,35%. A base desse estudo foi composta por mais de 6 mil bulas de medicamentos.

Já o segundo estudo tratou da aplicação de PLN às normas da Anvisa. Dentre as tarefas executadas no estudo, destacam-se a classificação das normas nos respectivos macrotemas, a geração automática de textos e uma análise de agrupamento das normas pelos seus tópicos. A precisão obtida com a classificação das normas foi de 86%. Para o treinamento foram utilizadas mais de 1.800 normas, tanto vigentes como revogadas. 

A partir do aprendizado obtido através dos textos das bulas de medicamentos e das normas, e também como forma de testar a capacidade de aprendizado do modelo, os algoritmos desenvolvidos foram testados para verificar a sua capacidade de desenvolver textos de bulas e normas que não existem. Esses algoritmos e os resultados obtidos serão submetidos a revistas especializadas no tema em questão.  

Confira a seguir os resultados dos primeiros textos de bula e de norma inteiramente gerados por IA na Anvisa. 

Texto de bula gerado por IA:
Este medicamento é indicado quando se tem dificuldade para expectorar e há muita secreção densa e viscosa, tais como bronquite crônica e suas exacerbações, enfisema, doença pulmonar obstrutiva crônica, bronquite.  

Texto de norma gerado por IA:
Art. 1º Esta resolução visa ser tendo em vista os riscos oferecidos à saúde humana e ao meio ambiente decorrentes da alteração da finalidade a que se destina, conforme Anexo II desta Resolução. Esta Resolução se aplica a todos os produtos sujeitos à vigilância sanitária, inclusive aqueles destinados exclusivamente à exportação e aos produtos abrangidos por este regulamento.
Art. 2º As empresas têm o prazo de 180 (cento e oitenta) dias, a contar da data da publicação deste Regulamento, para se adequarem ao mesmo.
Art. 3º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação e revogam-se as disposições em contrário.