14.12.16 - Notícia: Estimulante sexual Ativemax tem propaganda suspensa

14/12/2016 

Ascom/Anvisa

Empresa Ative Participações atribuía propriedades terapêuticas não autorizadas a estimulante natural

As propagandas dos produtos da marca Ativemax que atribuíam propriedades de saúde não autorizadas foram suspensas pela Anvisa. A suspensão da publicidade irregular faz parte de um conjunto de ações da Agência que visam garantir a segurança e a eficácia de produtos comercializados no Brasil.

O suplemento vitamínico, estimulante e revigorante sexual, fabricado pela empresa Lucielen Pelizer Bombassaro e comercializado pela empresa Ative Participações, divulgava propagandas irregulares através de portais eletrônicos da própria empresa.
A suspensão, publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (14/12), se aplica também a todas as mídias e produtos com irregularidades nas propagandas.