14.01.20 - Notícia: Anvisa inicia a reavaliação do carbendazim

14/01/2020

Por: Ascom/Anvisa

Novo ciclo de reavaliações da Anvisa inclui sete ingredientes ativos de agrotóxicos, selecionados com base em critérios de risco à saúde humana.

A Anvisa publicou, na sexta-feira (20/12), o Edital de Chamamento Público 01/2019, que convoca as empresas detentoras de registro de agrotóxicos à base de carbendazim para uma reunião sobre os procedimentos de reavaliação que serão adotados. O edital marca o início da reavaliação desse ingrediente ativo de agrotóxico.

No Brasil, o registro de agrotóxicos não tem prazo de validade. Assim, uma vez que um produto entra no mercado, ele pode ser comercializado de forma indefinida. Por isso, a reavaliação é o instrumento técnico e legal para a revisão do perfil de segurança de produtos, a partir de novas informações produzidas pelos sistemas de monitoramento ou pesquisas científicas.

Os aspectos toxicológicos que motivam a reavaliação do carbendazim são as suspeitas de mutagenicidade, carcinogenicidade, toxicidade para o desenvolvimento e toxicidade reprodutiva. Outros desfechos toxicológicos também farão parte da análise técnica durante a reavaliação.

Reunião
Na reunião, a ser realizada no dia 27 de janeiro de 2020, serão apresentados os procedimentos administrativos, o escopo da reavaliação e as abordagens a serem utilizadas para avaliação técnica, conforme documentos preparatórios disponíveis no portal da Anvisa. Também será estabelecido o prazo para entrega dos documentos pelas empresas que, conforme determinado pela Resolução da Diretoria Colegiada 221/2018 da Agência, não poderá exceder 180 dias.

Somente poderão participar da reunião representantes das empresas, previamente indicados e munidos de documento de identidade.

Até a data da reunião, as empresas devem atualizar seus dados cadastrais na Anvisa e atualizar os dados dos processos de registro dos produtos no sistema Datavisa para que as informações estejam idênticas aos dados de registro mantidos pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Redução da toxicidade
O carbendazim é o primeiro colocado da lista de ingredientes ativos de agrotóxicos que terão reavaliação toxicológica a partir de uma nova metodologia de seleção desenvolvida pela Anvisa. A lista foi definida a partir de critérios de risco à saúde humana, em especial dos consumidores e trabalhadores rurais, utilizando-se¿uma pontuação de risco para definir os agrotóxicos com prioridade de reavaliação.

De acordo com a Agência, a análise dos itens da lista pode levar ao banimento de um produto ou pode mantê-lo em comercialização com a adoção de medidas para reduzir os riscos decorrentes do seu uso. A reavaliação também poderá levar à decisão de manter o produto em circulação sem nenhuma nova recomendação.

Entenda mais sobre reavaliação de agrotóxicos. Veja o programa Papo Expresso com a explicação do coordenador de Reavaliação da Gerência Geral de Toxicologia (GGTOX) da Anvisa, Daniel Coradi de Freitas, sobre o tema:

Confira a seguir todas as etapas do processo de reavaliação estabelecidas pela nova atuação regulatória da Anvisa:

Indicação.

Seleção e definição de escopo.

Divulgação do início da reavaliação.

Protocolo de documentos pelas empresas com produtos registrados na Anvisa.

Análise técnica e elaboração da Nota Técnica preliminar e da minuta de resolução da Anvisa.

Consulta Pública da minuta de resolução.

Elaboração da Nota Técnica Conclusiva.

Publicação da Resolução com as alterações.

Implementação das medidas regulatórias.