13.01.17 - Notícia: Alimentos funcionais dão up na dieta durante o verão

13/01/2017

O Globo

Eles aceleram metabolismo, dão saciedade e têm propriedades que beneficiam a saúde

Alimentos funcionais foram o hit de 2016 quando o assunto era adquirir hábitos mais saudáveis. No verão 2017 eles continuam em alta, principalmente para aqueles que ainda querem perder uns quilos extras, já que eles alimentos têm propriedades que ajudam a acelerar o metabolismo e promover a saciedade.

Entre os vegetais dessa categoria, está a pitaia, fruta exótica nativa da América Central, mas também cultivada no Brasil. A nutricionista Mariana Fróes, especialista em nutrição funcional, explicou que a fruta pode ajudar no emagrecimento porque dá saciedade e ajuda no bom funcionamento intestinal.

- Por ser uma fruta, a pitaia é bem-vinda. Na dieta o intestino tem que funcionar bem. Esses alimentos ajudam na saciedade, têm função termogênica. Mas, é lógico que não funcionam se a pessoa continuar a comer besteira. Sozinhos não funcionam - disse a especialista, que acrescenta que a pitaia ainda tem vitamina C.

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), os chamados alimentos funcionais estão relacionadas ao papel metabólico ou fisiológico que um nutriente, ou não nutriente, tem no crescimento, desenvolvimento, manutenção e outras funções do organismo. Estes alimentos contêm ingredientes que podem auxiliar, por exemplo, na manutenção de níveis saudáveis de triglicerídeos, na proteção das células contra os radicais livres, no funcionamento do intestino e na redução da absorção do colesterol.

Mariana reforça a recomendação de uma alimentação mais leve na estação e recomenda que, mesmo com os alimentos funcionais, correr para perder uns quilinhos nessa época não é o ideal.

- A estação pede uma alimentação mais leve. O ideal é fazer uma dieta o ano todo para não ficar correndo atrás agora de perder em um mês o que ganhou a vida toda.

Para não errar na alimentação durante o ano e, principalmente no verão, a nutricionaista Sonja Salles defende o chamado "cinco ao dia".

- São cinco porções de vegetais e frutas por dia. Elas dão vitaminas, fibras, mineiras. Pesquisas apontam que consumir essas cinco porcões diminuem doenças cardiovasculares, obesidade e câncer - explicou a nutricionista.

Para inserir as porções ao longo do dia, o ideal é fazer cinco refeições diárias: café da manhã, lanche, almoço, lanche da tarde e jantar. Basta acrescentar um vegetal, suco ou fruta em cada uma dessas refeições.

PUBLICIDADE
- A porção deve ter de 70 a 80 gramas, o equivalente a um prato de sobremesa. O suco deve ser tomado uma vez só. Assim como as frutas, que devem ser uma só. O corpo assim funciona melhor, tem mais saúde, protegido de doenças - afirmou Sonja.

Alimentos funcionais também podem integrar essas porções, já que muitas frutas têm elementos com essa classificação, como a maçã, a uva, o caju e muitas cítricas.

Em alimentos processados, também são encontrados nutrientes funcionais. No site da Anvisa há uma lista com alimentos com propriedades funcionais.