08.08.18 - Notícia: Ex-presidente da Anvisa é nomeado vice-diretor de agência de saúde regional da ONU

31/07/2018

ONUBR Nações Unidas no Brasil

O médico brasileiro Jarbas Barbosa da Silva foi nomeado nesta terça-feira (31) vice-diretor da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), braço regional da Organização Mundial da Saúde (OMS). De julho de 2015 a julho de 2018, o especialista foi diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) do Brasil. Gestor traz para a ONU ampla experiência em epidemiologia.

O médico brasileiro Jarbas Barbosa da Silva foi nomeado neste mês vice-diretor da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), braço regional da Organização Mundial da Saúde (OMS). De julho de 2015 a julho de 2018, o especialista foi diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) do Brasil. Gestor traz para a ONU ampla experiência em epidemiologia.

Em 2011, Barbosa da Silva assumiu a Secretaria de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde. Posteriormente, atuou como secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos da pasta. De 1997 a 2003, o clínico foi diretor do Centro Nacional de Epidemiologia (CENEPI), cargo que o levou a coordenar mais tarde o Sistema Nacional de Vigilância Sanitária, Prevenção e Controle.

A carreira do médico teve início em 1982, quando começou a trabalhar no Departamento de Saúde de Pernambuco. No estado, coordenou o Programa de Doenças Sexualmente Transmissíveis e HIV/AIDS. Também foi secretário municipal de Saúde de Olinda e secretário estadual da mesma área na unidade federativa.

Formado na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Barbosa da Silva se especializou em saúde pública e epidemiologia na Escola Nacional de Saúde Pública, da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ). Na Universidade de Campinas, fez mestrado em Ciências Médicas e doutorado em Saúde Pública.

Na vice-diretoria da OPAS, o brasileiro será responsável pela supervisão dos programas de cooperação técnica que o organismo mantém com seus 35 países-membros. A agência regional da ONU tem parcerias em diferentes áreas — família, gênero e curso de vida; doenças infecciosas e determinantes ambientais da saúde; doenças não transmissíveis e saúde mental; desenvolvimento sustentável e equidade em saúde; evidência e inteligência para a ação em saúde; e sistemas e serviços de saúde.

Barbosa da Silva desempenhará suas funções na sede da Organização, em Washington, nos Estados Unidos. O médico sucede o pesquisador mexicano Francisco Becerra, à frente da vice-diretoria desde 2013.

De 2007 a 2010, o gestor brasileiro trabalhou na OPAS como gerente da área de Vigilância Sanitária e Atenção às Doenças. Nesse cargo, coordenou atividades regionais sobre controle de enfermidades transmissíveis e não transmissíveis, além de projetos de saúde veterinária e análise estatística.

Barbosa da Silva também integrou a delegação brasileira na Assembleia Mundial da Saúde, no Conselho Executivo da OMS e no Conselho Diretivo da OPAS. De 2012 a 2014, representou o Brasil no Comitê Executivo da OPAS, presidido pelo próprio brasileiro no biênio 2013-2014.