08.06.20 - Notícia: Anvisa participa de evento sobre segurança de alimentos

08/06/2020

Por: Ascom/Anvisa

Agência aborda a experiência sul-americana em evento on-line sobre o Dia Mundial da Segurança dos Alimentos.

A Anvisa participou, nesta segunda-feira (8/6), de um evento on-line da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) sobre o Dia Mundial da Segurança dos Alimentos. Representantes de vários países trataram do tema durante o encontro.

Na ocasião, a Agência e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) abordaram a experiência sul-americana. Clique aqui e saiba mais sobre o evento. 

Destaca-se que o dia 7 de junho é o Dia Mundial da Segurança dos Alimentos, conforme a Resolução 73/250 da Assembleia Geral das Nações Unidas. Nessa data, todos aqueles que produzem, fornecem, processam, transportam, comercializam, regulam ou consomem alimentos são convidados a somar esforços para garantir que esses produtos sejam cada vez mais seguros.

Atuação da Anvisa
A Anvisa atua para promover o acesso a alimentos¿seguros. Para isso, trabalha com a sociedade e com outros órgãos governamentais em atividades relacionadas à defesa dos alimentos, incluindo a realização de análises, monitoramento, fiscalizações, gerenciamento dos riscos e treinamento.

Acesse a cartilha sobre Boas Práticas para Serviços de Alimentação e participe do curso on-line gratuito de Boas Práticas para Manipuladores de Alimentos, promovido pela Anvisa, em parceria com a Escola Nacional de Administração Pública (Enap).

Doenças transmitidas por alimentos
A prevenção das doenças transmitidas por alimentos (DTAs) baseia-se no consumo de água e alimentos que atendam aos padrões de qualidade estabelecidos pela legislação vigente, higiene pessoal/alimentar e condições adequadas de saneamento. Confira a seguir dicas simples para prevenir essas doenças:
• Lave as mãos regularmente:
- antes, durante e após a preparação dos alimentos;
- ao manusear objetos sujos;
- depois de tocar em animais;
- depois de ir ao banheiro ou após a troca de fraldas;
- antes da amamentação.
• Selecione alimentos frescos, com boa aparência, e, antes do seu consumo, lave-os e desinfete-os.
• Para desinfecção de frutas, legumes e verduras deve-se imergir os alimentos em uma solução preparada com 10 mL (1 colher de sopa) de hipoclorito de sódio a 2,5% para cada litro de água tratada.
• Os ovos devem ser lavados em água potável, um por vez, somente antes do seu uso (nunca antes de estocá-los); sempre lave as mãos depois de manusear ovos.
• Lave e desinfete todas as superfícies, utensílios e equipamentos usados na preparação dos alimentos.
• Assegure-se de que os alimentos cozidos sejam mantidos sob a temperatura adequada antes do seu consumo (refrigerados ou aquecidos, conforme o caso).
• Alimentos prontos para o consumo devem ser protegidos de novas contaminações e mantidos sob rigoroso controle de tempo e temperatura:
- alimentos quentes devem ser mantidos a 60°C ou mais;
- alimentos frios devem ser mantidos abaixo de 5ºC.
• Alimentos perecíveis só podem permanecer em temperatura ambiente pelo tempo mínimo necessário para sua preparação. Evite consumir alimentos que ficaram muito tempo sob a temperatura ambiente.
• Reaqueça bem os alimentos que tenham sido congelados ou refrigerados antes de consumi-los.
• Compre alimentos seguros, verificando prazo de validade, acondicionamento e condições físicas (aparência, consistência, odor).
• No caso de produtos de origem animal, compre somente produtos regularizados no Mapa, com selo SIF, SIE ou SIM.
• Evite o consumo de alimentos crus ou malcozidos/mal-assados (carnes e derivados).
• Evite preparações culinárias que contêm ovos crus (gemada, ovo frito mole, maionese caseira). Se optar em consumi-los, faça-o imediatamente após o seu preparo.
• O congelamento dos produtos cárneos (-18°C) por sete dias elimina a maioria de cistos teciduais causadores da toxoplasmose.
• Evite o contato entre alimentos crus e alimentos prontos para o consumo para impedir contaminação cruzada.
• Evite ingerir alimentos comercializados em estabelecimentos não inspecionados.
• Mantenha os alimentos fora do alcance de insetos, roedores e outros animais.
• Evite banhar-se em rios, lagos, mares e piscinas cuja água seja/esteja contaminada.
• Beba água e/ou gelo apenas de procedência conhecida.

Quando estiver em dúvida quanto à potabilidade da água de beber, recomenda-se fervê-la ou tratá-la com solução de hipoclorito de sódio a 2,5 %. Coloque 2 gotas em 1 litro de água e aguarde por 30 minutos antes de consumir. Cuidado para não utilizar soluções comerciais com hipoclorito de sódio a 2,5% que também tenham alvejantes na sua composição.

Com informações do Ministério da Saúde e do Codex Alimentarius.