08.04.17 - Notícia: BIOTA-FAPESP abre nova chamada de propostas

23 de março de 2017

Agência FAPESP

A FAPESP anuncia a abertura de uma nova chamada de propostas do Programa de Pesquisa em Caracterização, Conservação, Restauração e Uso Sustentável da Biodiversidade (BIOTA-FAPESP).

A chamada “Caracterização e Conservação da Biodiversidade” visa promover o avanço do conhecimento em áreas relacionadas à caracterização (taxonomia, sistemática, filogeografia) e conservação da biodiversidade em ambientes terrestres, marinhos e dulciaquícolas, incluindo projetos nos seguintes tópicos:
• Revisões taxonômicas de grupos.
• Filogeografia, objetivando a compreensão dos processos genéticos, demográficos e biogeográficos envolvidos na diversificação evolutiva de populações de organismos.
• Estudos de morfologia e anatomia, objetivando aplicações em taxonomia, sistemática, filogenia e filogeografia de grupos de organismos.
• Sistemática filogenética.
• Inventários biológicos utilizando metodologia quantitativa padronizada de forma a gerar dados comparativos com outras regiões do estado e do país.
• Incentivo à formação de recursos humanos nas áreas de taxonomia e sistemática, considerando que estas áreas do conhecimento são prioritárias para a correta identificação dos levantamentos de biodiversidade realizados.

Embora sejam esperadas propostas de estudo que envolvam a biota paulista, a chamada não se restringe às fronteiras do Estado de São Paulo. Desde que os pesquisadores responsáveis e principais das propostas estejam vinculados a instituições de ensino e pesquisa no Estado de São Paulo, serão aceitas também propostas de estudo que incluam todo um ecossistema, ou grupo de espécies que ocorra parcialmente no Estado de São Paulo, ou grupo de organismos cujo estudo seja de relevância para uma melhor compreensão da biota do Estado de São Paulo.

Propostas podem ser submetidas por meio do Serviço de Apoio a Gestão (SAGe) da FAPESP nas modalidades Auxílio Regular à Pesquisa, Projeto Temático e Jovens Pesquisadores em Centros Emergentes.

Os projetos selecionados devem promover a interação entre pesquisadores de diversas subáreas da biologia com as áreas de climatologia, geologia, geografia, ecologia de comunidades, educação e afins, quando pertinente. Será considerado relevante para a análise o uso de estratégias experimentais inovadoras, tais como ferramentas moleculares.

Propostas serão recebidas até 9 de junho de 2017.

A chamada está publicada em: www.fapesp.br/10827.