07.03.16 - Notícia: Audiência Pública debaterá uso de gordura trans em alimentos industrializados

7 de março de 2016

Anvisa

Qual a melhor forma de atuação regulatória sobre uso de gordura trans industrial em alimentos? Este é o tema da Audiência Pública que ocorrerá no dia 28 de março, na sede da Anvisa, em Brasília. A reunião foi aprovada pela Diretoria Colegiada da Agência em razão da crescente demanda da sociedade para a adoção de medidas regulatórias mais efetivas para redução dessa gordura nos produtos.

O objetivo da Diretoria é obter informações adicionais sobre o uso de gordura trans industrial em alimentos e ampliar o conhecimento sobre o impacto das diferentes alternativas regulatórias disponíveis.

A Audiência é aberta ao público. Especialmente, aqueles envolvidos na produção e uso da gordura e suas alternativas tecnológicas em alimentos em pesquisas sobre o consumo e os efeitos na saúde da substância e na avaliação da efetividade de diferentes medidas regulatórias sobre o tema.

Os interessados em comparecer à Audiência Pública devem solicitar sua inscrição, informando o nome, a instituição que representam e o telefone de contato, por meio do e-mail: geare@anvisa.gov.br. As participações estão limitadas 240 lugares, capacidade do Auditório da Agência.


Alimentos industrializados 
A gordura trans industrial é encontrada principalmente na gordura parcialmente hidrogenada. O ingrediente é utilizado na formulação de diversos tipos de alimentos industrializados, como margarinas, biscoitos, massas instantâneas, sorvetes, chocolates, pratos congelados e pipoca de micro-ondas.

O consumo dessa gordura aumenta o risco de doenças cardiovasculares. Diante da possibilidade de dano à saúde, a Organização Mundial de Saúde (OMS) passou a recomendar aos governos a adoção de medidas regulatórias destinadas a eliminar essa substância dos alimentos. Desde então, o uso de gordura trans industrial em alimentos tem sido uma preocupação da Anvisa.

A Agência já publicou regulamentos de rotulagem nutricional de alimentos para garantir que os consumidores brasileiros tenham acesso a informações sobre quantidade dessa substância nos alimentos, contribuindo para escolhas alimentares mais saudáveis. Os regulamentos também forneceram um incentivo para que as indústrias de alimentos passem a adotar iniciativas voluntárias de reformulação, reduzindo a quantidade de gordura trans em seus produtos.

No entanto, apesar dos avanços obtidos, levantamentos revelam que o mercado nacional ainda possui muitos produtos industrializados com adição de gordura trans industrial e que o consumo médio de gordura trans pela população brasileira ainda é elevado.


Dados do evento:
Data: 28 de março de 2016
Horário: 8h30 às 18 horas
Local: Sede da Anvisa, Auditório ( Setor de Indústria e Abastecimento  - SIA - Trecho 5 Área Especial 57, Brasília/DF).