03.12.19 - Notícia: Lançada 2ª edição do Programa de Estudos Experienciais

03/12/2019 

Ascom/Anvisa

Inscrições vão até o dia 31 de janeiro de 2020. Participe!

Já estão abertas as inscrições de candidaturas à 2ª edição do Programa de Estudos Experienciais da Anvisa, atividade que consiste na realização de visitas técnicas dos servidores a ambientes de desenvolvimento e produção de tecnologias emergentes e inovadoras. 

A iniciativa permite a qualificação dos participantes a partir de atividades voltadas ao aprofundamento sobre políticas públicas no campo da vigilância sanitária e o conhecimento das atividades do setor regulado. 

Nesta edição, que tem como tema geral “Regulação e registro de insumos farmacêuticos ativos, medicamentos e produtos biológicos”, os assuntos do programa são relacionados à Gerência Geral de Medicamentos (GGMED) da Anvisa.  

Dentro da proposta geral, há quatro subtemas para seleção dos interessados. São eles: nanotecnologia aplicada; produção contínua; biofármacos; e novos parâmetros de avaliação de segurança e eficácia de medicamentos, como medicina personalizada e dados de vida real.  

Os interessados devem consultar os detalhes da 2ª edição do Programa de Estudos Experienciais no Edital de Chamamento 15, publicado no Diário Oficial da União (D.O.U) no dia 21 de novembro deste ano. O prazo para inscrições, que devem ser feitas por meio de um formulário eletrônico específico, vai até 31 de janeiro de 2020.  

Experiência prática 
O objetivo do programa é proporcionar uma experiência prática do regulador com o objeto de estudo e, ainda, um diálogo proativo entre o setor produtivo e a Agência a respeito das questões regulatórias que envolvem cada tema. Para isso, os participantes realizam visitas técnicas a indústrias, laboratórios, serviços de saúde e outras instituições.

 
Esse contato direto permite ao servidor compreender melhor a aplicação e o uso da regulação sanitária e os desafios enfrentados pelo setor regulado na concepção e no desenvolvimento de tecnologias emergentes e inovadoras. 

Informações necessárias  
As propostas de treinamento devem conter, obrigatoriamente, as seguintes informações: tema de interesse; relato sobre a capacidade de falar sobre o assunto; datas para a realização das visitas; número máximo de servidores a serem recebidos; programação da visita, bem como os temas a serem tratados; e descrição das etapas da proposta, estrutura e profissionais que farão parte da programação.  

Avaliação e divulgação de resultados
As propostas serão avaliadas considerando os seguintes critérios: compatibilidade dos recursos necessários para o treinamento com a disponibilidade de recursos da Anvisa; expertise ou pioneirismo do parceiro na tecnologia emergente ou inovadora a ser estudada; regularidade das obrigações do parceiro com a Agência; e metodologia e programação propostas para a visita. 

A avaliação das propostas será realizada por uma comissão formada por representantes da diretoria responsável pelo tema, unidade organizacional responsável pelo assunto e Gerência Geral de Conhecimento, Inovação e Pesquisa (GGCIP), responsável pelo programa. A relação dos selecionados será publicada no portal da Anvisa.  

Confira o Edital de Chamamento 15/2019 e saiba todos os detalhes da 2ª edição do Programa de Estudos Experienciais da Anvisa.  

Acesse também o formulário eletrônico de inscrição.