03.04.17 - Notícia: Curso forma especialistas em Gestão de Visa

03/04/2017

Ascom/Anvisa

Especialização é fruto de parceria entre Anvisa e Hospital Sírio-Libanês, com apoio dos conselhos nacionais de Secretários de Saúde (Conass) e de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

O Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS) passará a contar com 1.700 especialistas em Gestão, a partir da formação desta quarta turma do curso de especialização oferecido por meio da parceria firmada entre a Anvisa e o Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio-Libanês (IEP/HSL), com apoio do Conas e Conasems. As aulas começaram na quarta-feira (22/3).

A abertura da 4° edição do curso de Especialização em Gestão em Vigilância Sanitária (GVisa 4) aconteceu na manhã de quarta-feira (22/3), na Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (Fepecs), em Brasília.

Nesta turma, cujas inscrições foram encerradas, estão 540 profissionais de Visas de estados e municípios, Anvisa e laboratórios oficiais. Nas três turmas anteriores foram formados 1.200 especialistas.

Proadi-SUS
A parceria entre a Anvisa e o Sírio-Libanês é viabilizada por meio do Programa de Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS), com o apoio dos conselhos nacionais de Secretários de Saúde (Conass) e de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

O Proadi-SUS é uma ação do Ministério da Saúde (MS) dirigida ao fortalecimento do Sistema Único de Saúde em parceria com hospitais filantrópicos de qualidade reconhecida, instituições de saúde portadoras do Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social em Saúde (Cebas-Saúde). Os projetos são executados com recursos gerados da isenção fiscal usufruída (contribuições sociais) a que têm direito em função do Cebas-Saúde.

Formação
O objetivo da especialização é capacitar os profissionais da saúde que trabalham ou podem trabalhar como gestores das coordenações de vigilância sanitária de estados e municípios, coordenações de portos, aeroportos e fronteiras e laboratórios.

A especialização tem 360 horas, com 288 horas presenciais e 72 horas de trabalho a distância, sob supervisão de professor.  Os alunos do curso são das cidades de Rio Branco (AC) Boa Vista (RR), Macapá (AP), Porto Velho (RO) Vitória (ES), Anápolis (GO) Pelotas (RS), Campinas (SP), Vitória da Conquista (BA), Belo Horizonte (MG), Icó (CE) e Cajazeiras (PB). Ao final do curso, os participantes montam projetos direcionados para a intervenção na realidade em que estão inseridos.