02.10.19 - Notícia: Abertas inscrições para simpósio na área farmacêutica

02/10/2019

Ascom/Anvisa

Evento aberto ao público discutirá temas de modelagem e simulação e suas aplicações no desenvolvimento e na formulação de medicamentos.

Já estão abertas as inscrições para o I Simpósio Brasileiro de Modelagem e Simulação na Área Farmacêutica, que ocorre nos dias 4 e 5 de novembro, na sede da Anvisa, em Brasília (DF). O simpósio, que é gratuito e aberto ao público, tem como público-alvo profissionais de agências reguladoras, instituições acadêmicas e indústrias farmacêuticas, interessados em temas de modelagem e simulação e suas aplicações no desenvolvimento e na formulação de medicamentos, além de profissionais com formação em ciências farmacêuticas, química, farmacologia clínica e farmacometria.

As inscrições devem ser realizadas por meio do seguinte e-mail: medicamento.assessoria@anvisa.gov.br. O número de vagas é limitado à capacidade do auditório da Anvisa e as inscrições serão aceitas por ordem de submissão. Confira a programação do encontro.

Objetivos

O simpósio, que é uma iniciativa da Anvisa em parceria com a Farmacopeia Brasileira, a Associação dos Laboratórios Farmacêuticos Nacionais (Alanac), a Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma) e o Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sindusfarma), tem os seguintes objetivos:
- Compartilhar o estado atual do conhecimento na utilização de métodos quantitativos e modelagem para o desenvolvimento de medicamentos e tomada de decisões regulatórias.
- Envolver interessados da Academia, indústrias farmacêuticas e autoridade regulatória no uso de abordagens quantitativas como subsídio para inovações farmacêuticas no cenário nacional.
- Identificar e priorizar áreas potenciais para informar a tomada de decisão regulatória.
- Identificar oportunidades para o desenvolvimento de produtos complexos por meio do uso de métodos e modelagem quantitativos.


Contextualização

Técnicas de modelagem e simulação têm sido cada vez mais utilizadas no desenvolvimento de medicamentos, fornecendo uma estrutura para sintetizar informações e extrapolar além do que foi estudado experimentalmente in vivo. As abordagens de desenvolvimento de fármacos e medicamentos informados por modelo (MID3) podem ser aplicadas tanto no desenvolvimento de novas moléculas quanto na formulação de novos medicamentos genéricos, integrando diferentes disciplinas científicas em uma mesma plataforma.

O MID3 inclui abordagens baseadas em modelagem farmacocinética/farmacodinâmica (PK/PD), modelos farmacocinéticos fisiologicamente baseados (PBPK), farmacologia de sistemas (QSP), modelagem quantitativa de riscos e ferramentas emergentes de aprendizado de máquina (machine learning). Além disso, utiliza métodos quantitativos para abordar questões críticas, científicas e regulatórias, em todas as fases do ciclo de vida de produtos farmacêuticos, informando o desenvolvimento pré-clínico e futuras alterações pós-registro, favorecendo a eficiência do desenvolvimento farmacêutico.

Dadas as amplas aplicações de modelagem e simulação ao longo de todo o ciclo de vida de um produto, é necessário identificar as melhores práticas para melhorar o uso rotineiro e a aceitação dessas técnicas para a tomada de decisão regulatória.